A arte de negociar não é um dom natural de qualquer ser humano, alguns passos devem ser seguidos por quem deseja fechar bons negócios. Seguindo nossas dicas, você poderá obter maior confiança em negociação e, se sair bem sempre que precisar. Esta seleção de dicas  lhe proporcionará maneiras de preparo, estratégia e conclusão favoráveis à sua empresa.

Prepare-se para negociar

Um bom negociante deve começar por ignorar nossas emoções, desacreditar da sorte e, da magia. Isto por quê, não existem meios de se conquistar um cliente com dados baseados na fé. Desta maneira, você poderá se preparar melhor, antever problemas e enfrenta-los com segurança, o cliente espera isso de você.

Negociar para vender

Se sua negociação for acontecer com um cliente muito experiente, não se acanhe, aproveite a oportunidade para observar e aprender com ele, use o tamanho do gigante a seu favor. Saiba tudo sobre ele, converse com colegas que já o conhecem ou tiveram que negociar com este cliente. Muitos dos grandes negociadores têm um estilo próprio, se inteire sobre este estilo e, se sentirá mais à vontade durante a negociação, sabendo o que deve esperar do negociante em questão.

Negociar para comprar

Se ao invés de vender você irá comprar determinado produto para sua empresa, investigue sobre este produto. Descubra se há pontos fracos em relação à concorrência e, aproveite-se dele para conseguir um desconto. Caso o vendedor perceba que não está inteirado devidamente sobre o que deseja comprar, você tem um ponto fraco a ser explorado por ele.

Faça um contrato com quem lhe garante vínculos seguros com a empresa, ou seja, o vendedor ou o comprador de seu produto deve ter responsabilidades em resolver problemas diretos, sem precisar pedir a autorização de terceiros.

Tenha um Plano Estratégico

Vendedor

Ao vender ofereça um preço alto e agressivo desde que, este preço não seja ridículo! E,  a partir de então começará a negociação. O cliente provavelmente tentará obter o maior desconto possível e,  você deverá estar preparado para oferecer meios de compensação como brindes,  antes de chegar ao preço real do produto.

Comprador

Já, sendo o comprador, evite revelar limitações no seu orçamento. Os vendedores são mestres em oferecer produtos com preço e qualidade inferiores  quando suspeitam que,  o cliente está tentando barganhar por falta de dinheiro. Lembre -se que sua empresa merece o melhor produto por um preço que você possa pagar!

Ouça a proposta que o vendedor tem a lhe fazer, discuta qualidade, preço e concorrência, só então faça uma contra proposta e encerre a negociação se esta não for aceita. Jamais volte atrás, a não ser que sua contraproposta tenha deixado campos em aberto com frases do tipo, vou pesquisar melhor e depois lhe retorno ou, não conheço muito bem este produto novo e gostaria de um prazo para testa-lo.

Tenha muita paciência em ouvir e,  não tenha pressa em terminar logo com o assunto. A pressão é um tiro que sai pela culatra.

Elabore uma boa oferta

O plano de oferta é a base do contrato, e inclui a denominação da mercadoria, o desempenho e a declaração do produto ou empreendimento, bens e serviços devidamente indicados, entrega e garantias.

Mesmo que não haja a necessidade de demonstrar o plano de oferta ao seu cliente, ao elaborar um plano você o terá em mente, e você poderá conduzir a negociação.

Coloque-se do outro lado do muro

Tente entender o que é melhor para seu cliente, e o que ele está buscando. Planeje o momento de oferecer o que lhe falta, prazo de pagamento, prazo de entrega ou quantidade de produto  disponível, este pode ser o fator que o fisgará a comprar de você. Assuma compromissos,  riscos e, cumpra com o combinado, isto fará de você, um vendedor confiável.

Fechando o Negócio

Um pouco de perspicácia e criatividade lhe fará perceber que o fim da negociação está próximo. Se o negócio não obteve sucesso despeça-se antes de se tornar chato e insistente, mude um pouco de assunto e deixe uma próxima negociação em aberto.

Caso o negócio tenha sido bem sucedido certifique-se de que a empresa poderá cumprir o acordo com exatidão e responsabilidade então,  comemore.

Uma má negociação pode fazer com que sua empresa perca clientes importantes, realize compras desnecessárias ou desfavoreça a sua empresa.

Outras características de um bom negociante merecem destaque como, ser atencioso, disciplinado e,  “malandro”. É preciso estar atento à conversa com seu cliente ou vendedor para conhece – lo melhor, saber o que ele sabe sobre o produto que o está oferecendo ou comprando, ter disciplina e organização em relação à preços e dados e, ser “malandro” o ajudará a  saber o momento certo de aproveitar uma boa oportunidade.