Analisar dados e números. Esta é uma entre as muitas rotinas de administradores e gestores de empresas. E é devido à sua grande importância que neste artigo você encontra dicas sobre como fazer uma análise financeira completa e apta a auxiliar a tomar decisões. Confira:

O que é análise financeira?

Análise financeira nada mais é do que uma forma de avaliar a situação real do empreendimento a partir de uma averiguação detalhada de todos os dados referentes a entradas, saídas e outros.

Sua importância se explica graças à possibilidade de saber, a partir desta análise, qual a situação financeira do negócio, se positiva ou negativa, destacando também a partir dela novas estratégias e planos de ação para recolocar a empresa nos trilhos do crescimento.

Veja a seguir algumas dicas sobre o que a análise financeira deve abordar para ser considerada como eficiente e entenda como anda a situação deste setor do seu negócio já!

5 Dicas para fazer a análise financeira hoje mesmo

1. Faça o balanço patrimonial

O balanço patrimonial deve verificar quais são os ativos e passivos da empresa a fim de uma análise financeira mais apurada e verídica. Lembrando que cada um dos dois grupos citados deve ser considerado conforme seus prazos, ou seja, certos passivos demoram algum tempo para serem quitados, bem como determinados ativos serão recebidos apenas em uma data posterior. Tais dados devem sempre estar destacados.

2. Analise as origens e aplicações dos recursos da empresa

De onde vêm os principais recursos e lucros da empresa que são posteriormente utilizados para seus investimentos e aplicações? Qual o impacto do produto/serviço disponibilizado pela sua empresa para a comunidade em geral? É possível mensurar esses dados e transformá-los em números na análise financeira?

3. Use indicadores de rentabilidade

Ainda é essencial saber trabalhar com índices de rentabilidade, a fim de conferir de perto quais são os lucros e margens da empresa. Alguns dos mais utilizados que devem ser postos em prática aqui são os que representam as margens de lucratividade das vendas como índices de margem bruta e margem líquida; retornos medidos pelo retorno sobre investimento total entre outros.

4. Trabalhe com um eficaz fluxo de caixa

Para que a análise financeira transcorra de modo satisfatório é essencial que diariamente seja executado o fluxo de caixa sem que nenhum detalhe, ou mínimo valor se quer, fique de fora. Além de contribuir com uma maior certeza das informações, o fluxo de caixa garante um maior controle sobre as entradas e saídas da empresa como um todo.

5. Verifique os resultados

Com base em todas as dicas que foram dadas até aqui, é chegado o momento de somar dados e resultados a fim de fazer uma avaliação completa sobre todo o financeiro da empresa.
A análise financeira tem por principal objetivo definir quais são os próximos passos e investimentos a serem feitos pela empresa. Ela possibilita, entre outras coisas, tomar a decisão de iniciar uma obra de expansão ou se o momento é adequado para retenção.