Em recente missão empresarial aos Estados Unidos, mais precisamente no estado da Flórida na cidade de Orlando, a convite do presidente da FCDL-PE Adjar Soares, pude observar de perto em várias empresas a importância que o americano dá em ter uma equipe muito bem treinada e motivada para atender as necessidades dos clientes.

Em média uma empresa norte-americana investe seis meses de treinamento para deixar um novo membro da equipe preparado para assumir sua posição dentro da empresa.

Mas infelizmente não é o que presenciamos em algumas ou muitas empresas aqui no Brasil, o que vemos são empresas contratando as presas e colocando um novo funcionário no “campo de batalha” muitas vezes sem nenhuma orientação, sem treinamento e sem motivação para o cargo que foi ocupada, resultado: o cliente que visita a empresa sai frustrado por tamanha falta de profissionalismo por parte da equipe.

O certo seria as empresas, entenda-se por empresa: diretores, gerentes, supervisores e coordenadores, treinarem seus liderados constantemente para que os mesmos sejam mais capacitados e motivados a fazerem o seu trabalho com a excelência.

Porém, as empresas que não estão investindo fortemente na motivação e preparação das suas equipes estão perdendo cada vez mais espaço num mercado altamente competitivo onde o atendimento excelente ao cliente faz toda uma diferença.

E você, líder empresarial, o que tem feito para manter seus liderados preparados e entusiasmado a darem o melhor de si?

Lembre-se: sempre existe uma chance de começar um programa de treinamento constante dentro da sua empresa na qual o resultado será a satisfação dos seus funcionários e dos seus clientes.