Planejamento Tributário para o Consultório Odontológico.

Comparação entre Dentistas Autônomos e os Consultórios Odontológicos Pessoa Jurídica.

Os Dentistas muitas vezes devem se perguntar se a abertura de uma empresa ou do consultório odontológico para tributar como pessoa jurídica é mais vantajosa em relação ao trabalho autônomo. A maioria tem dúvidas sobre a tributação da sua atividade. Geralmente a primeira pergunta é a carga tributária que a empresa vai ter que pagar quando a empresa estiver formalizada.

Para fazer essa comparação, precisamos considerar os valores totais seu faturamento. Após realizar a comparação com pessoa jurídica é comum ouvir que ele vai pagar muito mais impostos, comparado ao que ele está acostumado a pagar. Isso porque ele está considerando que quando pessoa física ele não declarava todo seu Faturamento.

Fazendo as devidas comparações, aqueles que trabalham com pessoa jurídica pagam menos impostos.

Profissional Autônomo

O Profissional Dentista que pretende trabalhar como Autônomo, precisa fazer alguns procedimentos para andar em dia com suas obrigações Fiscais. Será tributado usando a tabela de Imposto de Renda Pessoa Física.

O procedimento correto e menos oneroso nesse caso, será a realização do livro caixa. O Contador lança todas as despesas dedutíveis no livro caixa  para diminuir o lucro tributável. Despesas como folha de pagamento, aluguel, conta de energia, água, telefone, INSS, entre outras. Por exemplo, considerando que o faturamento mensal do consultório é de R$ 10.000,00 (dez mil reais) e as despesas apuradas no livro caixa é de R$ 3.800,00 (três mil e oitocentos reais), o valor tributável será R$ 6.200,00 (seis mil e duzentos reais). Nesse caso, o valor do Imposto de Renda seria de R$ 788,61 (considerando que o profissional não possui dependente).

A grande maioria, desses profissionais, não contrata um contador para fazer o livro caixa e paga o Imposto de Renda sobre o valor total, que no exemplo acima é R$ 10.000,00 (dez mil reais). Aqui, o valor do tributo é de R$ 1.833,61 (também, considerando que o profissional não possui dependente).

Percebemos que uma assessoria qualificada para os Dentistas Autônomos e Consultórios Odontológicos faz toda a diferença. Nesse simples exemplo, teremos uma economia de R$ 12.540,00 no ano em impostos a pagar.

Consultório Odontológico

Para esse tipo de atividade temos dois tipos de tributações possíveis. O Lucro Presumido e Lucro Real.  Para Consultórios de Pequeno Porte, salvo algumas exceções, o Lucro Presumido é a melhor opção tributária.

Uma dica importante: A tributação na pessoa jurídica se torna menor comparada à pessoa física. Por isso é muito importantes a busca de uma empresa de contabilidade que tenha conhecimento para fazer uma análise tributária e apontar o melhor caminho.

O Percentual de 11,33% é aplicado sobre o faturamento da pessoa jurídica. Nele estar alíquota dos seguintes impostos: PIS, COFINS, Imposto de Renda e Contribuição Social.

Além disso, dependendo do Planejamento Tributário, o Profissional Dentista que possui um consultório odontológico pode escolher trabalhar das duas formas em conjunto, visando uma menor tributação possível dentro da Lei.