Na maioria dos casos, a principal dificuldade que uma empresa nascente enfrenta é a dificuldade em conseguir novos clientes. Por melhor que seja o produto ou serviço oferecido, de nada adianta se ninguém o conhece. Para ser mais específico, é muito difícil conseguir clientes quando sua marca ainda não é conhecida.

Muito mais do que ter um logotipo facilmente reconhecível, como a maçã mordida da Apple, ou com cores características, como o vermelho da Coca Cola, a marca representa um sentimento que as pessoas têm quando pensam na sua empresa.

Apesar de ser um pouco clichê, quando pensamos nessas empresas que citei, algumas emoções são normalmente associadas a elas. Por exemplo, a Apple representa uma ideia de elegância, enquanto a Coca Cola faz questão se posicionar como uma bebida para se refrescar.

No caso da sua empresa, você precisa definir desde o início qual será o posicionamento da sua marca. Você se diferenciará baixando os preços ou entregará um serviço mais caro, pelo qual seus entusiastas estejam dispostos a pagar pela sua qualidade?

Na minha experiência, sempre haverá alguém disposto a trabalhar mais barato do que você. Raramente lutar pelo preço mais baixo é algo que trará os melhores resultados.

Por isso, minha dica é: se você quer criar uma marca relevante, descubra quem são os clientes que valorizam muito o que você faz e os trate da melhor maneira possível. Com o tempo, essas pessoas trarão outros clientes e sua marca ficará cada vez mais conhecida.

Principalmente no início, tentar agradar a todos e ficar sem um posicionamento claro é pedir para ficar irrelevante. Como diria Bill Cosby, “Não sei o segredo para o sucesso, mas o segredo para o fracasso é tentar agradar a todos”.

Por Millor Machado, sócio-fundador da rede social Empreendemia