Cuidar das próprias finanças já é uma tarefa complicada, mais difícil que isso é cuidar de todo o orçamento de uma família. Em meio a tantas crises, cuidar da saúde financeira é necessário, afinal, o poder aquisitivo de muitas famílias vem decaindo, mas os seus gastos continuam lá em cima.

É por essa razão que é preciso empregar alguns exercícios e se reeducar financeiramente, de olho na saúde financeira familiar. É preciso que todos os moradores de uma casa se envolvam nesse processo, só assim o equilíbrio nas contas será alcançado. Não esqueça que a base de um bom planejamento está na dedicação, foco e comprometimento.

Separamos algumas dicas para que você e sua família possam, juntos, superar essas dificuldades.

Dicas para melhorar a saúde financeira familiar

1 – Comece a organizar as despesas atuais: o primeiro passo a ser dado para alcançar a perfeita educação financeira familiar é identificando em que locais as rendas estão sendo colocadas, isso é necessário até mesmo se uma única pessoa for a responsável por isso.

Anote todas as despesas, desde coisas pequenas como os cosméticos comprados na lojinha da esquina até as contas mais importantes e essenciais como luz e água.

2 – Pense e repense antes de assumir um novo gasto: essa dica é ainda mais válida caso você seja o consumidor compulsivo da casa, antes de comprar algum produto veja se ele é realmente necessário naquele momento, seja cooperativo com o restante da casa e pense no bem-estar geral. Não caia na onda das promoções que dizem ser imperdíveis.

3 – Tenha metas mensais: depois de educar a sua mente a gastar menos, crie uma meta de quanto a família consegue economizar mensalmente. Se a renda for fixa, vocês podem especificar qual será o valor para gastos, mas se a renda varia de mês para mês, criem metas usando porcentagem, pode ser mais fácil.