O brasileiro é um empreendedor nato. Sonha com o próprio negócio, o concretiza e precisa ter uma boa dose de criatividade e preparo para não sucumbir ao fracasso.

“Hoje, por meio das minhas palestras, compartilho minha experiência como empreendedor sem esconder os meus tropeços”, diz o franqueador da Direito de Ouvir Amplifon, Frederico Abrahão, “É enorme o volume de pessoas que estão passando pelo o que eu já passei. Elas têm sede de conhecimento. A teoria é importante, mas a experiência de quem fez e ainda faz tem muito valor”.

Frederico Abrahão, fundador da franqueadora Direito de Ouvir, começou a trabalhar aos 12 anos, entregando panfletos em semáforos da cidade de Uberaba (MG), e hoje é franqueador da Direito de Ouvir Amplifon Brasil – que pertence à italiana Amplifon, líder mundial em varejo de aparelhos auditivos.

O caminho do menino entregador de folhetos de Uberaba (MG) que se tornou empresário de sucesso foi longo. Com 13 anos, um de seus passatempos prediletos era ir ao estádio, assistir aos jogos de futebol do time da cidade. Descobriu que, se fosse gandula das partidas, poderia ver o jogo e ainda ganhar algum dinheiro. Logo, também passou a vender picolés nos intervalos das partidas para aumentar a renda.

Aos 14 anos, montou seu “primeiro negócio”, uma criação de galinhas caipiras. “Durante a semana, eu vendia os ovos de porta em porta e, aos finais de semana, vendia os frangos na feira livre”, relembra. Na metade dos anos 90, quando os primeiros telefones celulares começavam a circular no Brasil, Frederico viu, na novidade, uma oportunidade. Assim, criou, na cidade de Franca (SP) uma das primeiras assistências técnicas em celulares do Brasil. A empresa foi vendida para que ele pudesse se dedicar ao curso de Direito.

Mas, o espírito empreendedor de Frederico continuou ativo e, logo depois, o empresário montou a primeira assistência técnica de aparelhos auditivos da região, a partir da experiência da esposa fonoaudióloga. O negócio prosperou, assim nasceu a Direito de Ouvir na cidade de Franca, em 2007.

Revendo sua trajetória, Abrahão reuniu oito dicas fundamentais para empreendedores que querem fazer a diferença:

Crie o seu futuro – Para ser um empreendedor de sucesso, é fundamental saber planejar e colocar seus objetivos em prática. Não adianta adiar decisões importantes. É preciso analisar cada situação, entender o que é possível fazer e projetar as consequências de cada decisão. E prepare-se para agir caso suas estratégias não saírem como o planejado: assuma riscos, mas riscos calculados.

Procure ser o melhor. Sempre – É regra básica que o empreendedor acredite no seu potencial. Se você não tiver autoconfiança, será difícil conquistar seus clientes, estabelecer parcerias e fazer o seu negócio crescer. A autoconfiança, no entanto, não deve ser um sinônimo de estagnação. Dificilmente um profissional que não se atualiza conseguirá se manter no topo do seu segmento por muito tempo. É preciso acompanhar as novidades, mudanças e tendências do seu mercado.

Sucesso e disciplina caminham juntos – Disciplina e persistência são duas palavras-chave para os empreendedores. Sem que haja dedicação e organização, um projeto de negócio pode até sair do papel, mas dificilmente vai decolar.

Um desafio por vez – Crie estratégias para enfrentar as dificuldades do dia a dia e para tirar os seus planos e metas do papel. O ideal é atacar um obstáculo de cada vez. Mas tenha em mente que, por mais que se planeje, é natural que algumas coisas não saiam exatamente como se esperava. O empreendedor não pode se desesperar nesses casos. Errou? Falhou? Reveja sua rota e recomece sua caminhada o mais breve possível.

A força da união conta a favor – Por mais capacitado que o gestor seja é impossível comandar um negócio sozinho. Mas, ao delegar as tarefas, ele precisa ter a certeza de que elas vão ser cumpridas da melhor forma possível. É aí que entra a equipe. Ter um time capacitado é primordial para que um negócio possa caminhar rumo ao sucesso.

Fuja da zona de conforto – Se você quer se desenvolver pessoal e profissionalmente, aprender e fazer coisas novas é essencial. Assumir riscos e ousar é inevitável para o crescimento do seu negócio. Não estou sugerindo que se assumam riscos irresponsáveis.  Aproveitar as oportunidades e arriscar de maneira calculada é uma forma consistente de construir um negócio bem-sucedido.

Sempre entregue mais do que se espera – Estar comprometido com os resultados é essencial para alcançar o sucesso do negócio. Oferecer atendimento e serviços excelentes é um dos melhores caminhos para otimizar os resultados.

Fracasso serve como aprendizado – O fracasso é uma ótima fonte de aprendizado para um empreendedor. Quem consegue fazer de seus erros uma catapulta para o crescimento profissional aprende melhor a lidar com altos e baixos de mercado e não se abala quando as coisas não saem como o esperado.