Você não vê a hora de empreender, mas não sabe por onde começar? Aqui estão 4 dicas para você sair do zero!

Você já deve ter ouvido esse conselho alguma vez: basta que você faça. Mas nem sempre é tão simples assim.

Em um mundo perfeito, você seria capaz de guardar pelo menos 1 ano de renda, sair do seu trabalho e partir para a sua carreira empreendedora, sem distrações e carreira ou trabalho.

É a parte da poupança que faz com que a maioria das pessoas não consigam sair do lugar.

Você não pode deixar que o medo, ou o fato de que você não tenha uma renda suficiente pare vocês e seus sonhos.

Os investidores muitas vezes perguntam se você tem outros postos de trabalho, e o que eles buscam nesse momento é uma resposta sincera, não uma mentira.

Se você diz que está trabalhando em outras coisas, elas vão achar que você não está investindo totalmente em seu sonho.

A boa notícia é que existem outras maneiras de gerar renda, ou encontrar um fundo de emergência, como alugar a sua casa enquanto você se muda para um apartamento menor, ou até mesmo vender aquilo que não precisa.

Aqui estão alguns dos passos mais importantes que você deve seguir para evitar voltar à sua vida de funcionário.

#1. Controle seus medos
É natural sentir medo quando você está dando os primeiros passos no empreendedorismo – ou pelo menos sentir um pouco de incerteza.

Tenha uma estratégia para lidar com o seu medo, começando com o planejamento com antecedência. Para algumas pessoas, considere cada possível cenário e encontre uma solução para o que fazer em cada caso.

Isso pode ajudar você a ver que a falha não vai quebrar você. Em alguns casos, as pessoas estão apenas com medo do sucesso.

Defina prioridades para evitar a perda de amigos ou evite deixar seus hobbies é uma maneira de contornar esses pequenos problemas.

#2. Consolide a sua rede
Você tem muitas opções disponíveis para construir sua nova rede de contatos. Comece a se juntar nas redes online relacionadas ao seu mercado (a LinkedIn possui várias delas), vá para meetups locais e descubra onde estão os grandes eventos.

Quanto mais pessoas você conhecer, maior a chance delas se tornarem um cliente, mentor, investidor ou parceiro de negócios.

Procure líderes de pensamento e líderes do seu mercado e comece a construir relacionamentos.

#3. Tenha habilidades de construção
Vindo do mundo corporativo, você já tem muitas habilidades altamente desejadas, mas não há nada como desenvolver mais habilidades que possam ajudar você a desenvolver o seu negócio.

Muitos empreendedores ficam apenas com o que sabem muito. No entanto, a liderança a nível empresarial é diferente, e muitos empreendedores bem-sucedidos são apenas realizadores, e não especialistas.

#4. Saiba tudo sobre financiamento
Você sabe o básico de financiamento para uma startup, então agora adicione esse conhecimento para suas finanças pessoais.

Você pode adivinhar o básico, como quando é provável que você consiga um empréstimo, quais são os seus custos de inialização, e qual é a sua sobrecarga.

Para ter sucesso, busque grandes promoções, permutas e reduza o tamanho de seu sonho original. Use as mesmas estratégias de redução de custos pessoais.

Você está pronto para fazer a mudança?
Passar do mundo corporativo para o mundo do empreendedorismo pode envolver dores de crescimento, mas se concentre no aspecto do crescimento.

Haverão obstáculos, mas eles são superáveis com as perspectivas e o planejamento do jeito certo.

Lembre-se: o sucesso muitas vezes leva mais tempo do que você pensa, às vezes até anos, mas você já subiu a escada corporativa e está preparado para ser grande.

___

Este artigo foi adaptado do original, “4 Tips for Moving From Employee to Entrepreneur”, do Black Enterprise.